Acid Acid

Acid Acid passou os últimos meses a esculpir um universo de sons, buscando melodias, repetições, ambientes, drones e até algum exotismo. E o resultado é um disco de grande beleza, cheio de harmonias e inúmeros detalhes, com o propósito de guiar quem ouve rumo a um lugar místico e longínquo.
A parede de som cresce com o ligar de órgãos ao cosmos, para depois prosseguir viagem com a inclusão de guitarras etéreas, sintetizadores espaciais ou percussões xamânicas.

Enquanto o Lado A do álbum revela um rendilhar de melodias, o Lado B arranca com a exploração de drones, para depois evoluir para um mantra liderado pelas percussões do convidado Baltazar Molina. No final, o regresso à realidade, à noção da passagem de tempo e a constatação da mortalidade que nos é comum, com um órgão despido mas grandioso, a render-se por fim…

Após a primeira audição, o radialista Ricardo Mariano escrevia assim: “Um disco promotor de viagens onde a toponímia não tem lugar e que, sem danos para a saúde, potencia a imaginação elevando-a para um esplendor indescritível. A música é uma fusão perfeita entre a melodia e a experiência. Criativa e viciante.”
O álbum tem produção de Tiago Raposinho, mistura e masterização de Pedro Barceló (músico de Löbo) e conta nas percussões com o convidado Baltazar Molina (Tiago Sousa, Rão Kyao). Tem edição prevista para o fim da Primavera, com selo da Nariz Entupido. Será de certeza um dos registos que vai marcar o ano e que irá levar o mago de sons Acid Acid por vários palcos e onde poderemos presenciar bem de perto a viagem caleidoscópia das músicas deste primeiro álbum.

Autoria: Nuno Gervásio

Autoria: Nuno Gervásio

Links Facebook | Bandcamp | Instagram

Bio + Rider Download (313kB)
Fotos Promocionais Download (58MB)

Edição

Acid Acid – NE001 – 16.Jun.2016

Entrevistas

Booking booking@narizentupido.com :: Ricardo Duarte :: +351 917 240 518

Próximos concertos:

Concertos anteriores:

>