Mika Vainio
Folclore Impressionista

9 Fevereiro 2017 ⋅ 22h ⋅ Musicbox

 

Infelizmente será sempre, e por muitos anos que continuemos ligados à organização de concertos, a notícia que nunca queremos dar – por motivos de saúde já não será possível contar com a presença de Mika Vainio. Segundo as palavras do seu representante Danilo Pellegrinelli – “Due to unforeseen circumstances the Mika Vainio shows on Thursday, Friday and Saturday has been canceled. Thank you and we apologize for any inconvenience”.

Perante uma situação que a todos nos deixa consternados não só lamentamos o sucedido, como pedimos as nossas mais sinceras desculpas. A partir deste ponto colocavam-se duas opções, cancelar ou encontrar outro compositor que se identificasse com o que entendemos dever ser uma programação actual e de pesquisa sonora incessante, o que acabou por não se concretizar.

Resta-nos desejar as rápidas melhoras a Mika Vainio e esperar que em breve o possamos receber. Aproveitamos para agradecer todo o apoio da equipa do MUSICBOX LISBOA e também aos Folclore Impressionista, Daniel Neves, Mariana Martins de Oliveira, Magda Gouveia, Jari Marjamaki, Sandra Oliveira, Paulo Vinhas e a todos os que nos ajudam.

Em relação à devolução dos bilhetes:
– Para quem comprou na loja, a devolução pode ser feita directamente na mesma loja onde comprou o bilhete, ou na bilheteira no Musicbox (ver o horário da noite em questão).
– Para quem comprou online, a BOL contactará (ou já contactou) o comprador directamente através de email para avançar com a devolução.

Se tiverem qualquer outra dúvida, por favor contactem-nos directamente através do facebook ou pelo email geral@narizentupido.com

Obrigado,
Nariz Entupido

Autoria: Joséphine Michel

“Jantar sentado em frente a Mika Vainio foi uma experiência zen. Os primeiros longos momentos de silêncio foram apenas quebrados pela sua exclamação, com ar grave, de como aquela era a melhor sopa que já tinha comido. O ar limpou imediatamente e, mais tarde, o concerto de Pan Sonic num armazém desactivado no cais do Ginjal, ganhou assim uma outra dimensão humana. Os blocos brutos de som, volume bem elevado, traduzidos na imagem video de uma barra inicialmente vertical agitada em sincronia com as frequências, justificaram 100% o meu envolvimento na programação de música do Festival Atlântico em 1999. Vê-los comprar garrafas de ginginha na Baixa e 7″ de dub e dancehall na Godzilla aumentou o carinho. Um ano antes tinha-os visto em palco com Alan Vega no Sónar, Barcelona. Antes, ainda, também no Sónar (1996? 97?), à tarde, Vainio tocava dub e dancehall com apenas um Technics, observando sem complexos as pausas enquanto mudava de disco. Saber disso, ver isso, mudou para sempre o modo como ouvi a sua música desde então, conseguindo sentir uma emoção especial para além da música consistentemente austera. Mantive sempre uma espécie de intuição que relaciona o trabalho de Pan Sonic e Vainio com algo ancestral, não necessariamente no domínio da música mas da electricidade ou, melhor dito, energia (e Sähkö, a editora que Mika Vainio co-fundou em 93, significa Electricidade em finlandês). Algo ligado ao próprio chão que pisamos e à atmosfera que respiramos. Como tal, nunca é ultrapassado e sobrevive a qualquer contexto, quase imutável. Para alguns é mais do mesmo. O que eu oiço, o que espero sempre, é difícil de explicar mas define-se mais ou menos como uma viagem interior em que nos ligamos a forças primordiais da Natureza.” Zé – Flur

Folclore Impressionista
Projecto que explora um universo muito próprio, trabalhando sobre um aparente paradoxo entre um lado telúrico bastante vincado, ancestral e comum à condição humana, com uma sublime desmaterialização conferida pelos sons produzidos e processados electronicamente. Folclore Impressionista parte da conjugação sonora de vários sintetizadores e cruza-os com a imagética particular das tradições populares e do universo cinematográfico. Em concerto as imagens são trabalhadas no momento pelo artista visual António Caramelo.

Evento Facebook
Cartaz Daniel Neves

Morada Sabotage Club : Cais do Sodré, Rua de São Paulo, 16, 1200-248 Lisboa
Autocarro 706 \728 \ 732 \ 736 \ 758 \ 760 \ 781 \ 782
Elétrico 15E \ 18E
Metro Cais do Sodré
Comboio Cais do Sodré

>