Ondness
António Caramelo
Xavier Almeida

9 Janeiro 2016 · 18h30 · SMUP

 

ONDNESS projecto a solo de Bruno Silva combina uma multitude de linguagens aparentemente divergentes – desde um sentido espacial ancorado no dub, às memórias exóticas de alguma música de dança. Bruno reinterpreta-as originando um fluxo consciente com o objectivo de atingir um plano de existência onírico. Com uma actividade bastante prolífica já viu editado o seu trabalho pela Where to Now?, Metaphysical Circuits, Fort Evil Fruit, videogamemusic, Phinery ou Paralaxe Editions. Irá lançar novos trabalhos, muito brevemente, pela Where to Now? e Seagrave.

ANTÓNIO CARAMELO é artista visual com um sério interesse no não visual. Expõe regularmente pelo menos há 15 anos por cá e por lá, assim como co-organizou e organiza exposições e sessões. Colectivamente colaborou em alguns projectos audiovisuais em teatro, dança e música: nesta área específica foi membro da banda Academia da Euphoria, Hóstia de Angústia e NRV. Desenvolve neste momento uma label sonora No-Fi com megafones resultante do projecto de investigação mais abrangente e igualmente niilista denominado makearevolution*

Concerto Para Sons de Relaxamento de XAVIER ALMEIDA – “Houve labaredas a erguerem-se perante o rumor do som. Ouviu-se o infatigável tiquetaque de um relógio, metáfora da vida que avança inexorável para a morte, enquanto em redor a natureza crescia, grandiosa e imortal perante a assustadora pequenez do ser humano. Rumores de ondas e ruídos de tempestade trespassados pelo som cego da estática. Um fauno acendeu velas por todos nós enquanto Xavier, o de Almeida, qual demiurgo dominando aquele pequeno universo, nos fustigava com a imponente realidade da existência.” (Mário Lopes)

Evento Facebook
Morada SMUP : Rua Marquês de Pombal 319, 2775-265 Parede
Transportes c_Parede
Coordenadas 38°41’21.9″N, 9°21’25.99″ W

>