Xenia Rubinos

9 Novembro 2016 · 23h · Sabotage Club

image1

Xenia Rubinos, a visionária compositora de Brooklyn, acaba de lançar o seu mais recente trabalho Black Terry Cat. Black Terry Cat apresenta um som inconfundível e emocionante que a revista The New Yorker definiu como “música de ritmos selvagens de voz generosa que foge a qualquer enunciação conhecida”. Xenia utiliza a sua voz poderosa para fazer confluir géneros tão díspares como R&B, Hip-Hop e jazz, todos eles sob um manto do punk-funk nova iorquino.

O novo disco de Xenia baseia-se nos ritmos truncados de Marco Buccelli, produtor do disco com a ajuda de Jeremy Loucas como técnico de som. Um trabalho noite e dia que acabou por dar origem a Black Terry Cat, nome que surgiu de “um enorme gato negro sujíssimo” que surpreendeu Xenia numa fria noite em Brooklyn.

“Em relação às letras, estive imersa num estranho estado mental e romântico pensando em intérpretes como Billie Holiday, Judy Garland e o funk de Chaka Khan”, explica. “Canalizava todos este intérpretes através da minha voz, mas acabei a regravar todas as vozes em minha casa porque não as sentia como minhas. Mal abri uma garrafa de aguardente comecei a gravá-las de novo. Queimei uns papéis para tentar emular, através do fumo e do cheiro, os xamãs que me ajudaram a encontrar a minha própria voz e a forma de me expressar. Estou Muito orgulhosa do resultado”.

Nuno Rabino: DJ residente do Sabotage, promete-nos uma noite de sonoridades soul, funk e R&B onde ficar parado é sacrilégio. Qualquer rotação é válida desde que o corpo se confunda com o espírito e ambos partam do dance floor para o universo desconhecido.

Evento Facebook
Cartaz Gonçalo Freitas

Morada Sabotage Club : Cais do Sodré, Rua de São Paulo, 16, 1200-248 Lisboa

>